quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Pra você

As mães e os pais amam.

Sou sua mãe e sua pai, então, amo muito.

É um amor ao quadrado. Amor multiplicado pelos caminhos que escolhi ( amor vs caminhos).

Você tem esse meu amor multiplicado, todo dia. Aliás, você multiplica meu amor todo dia.

Estou descobrindo o amor, querida, e tenho você como chão. É um amor colorido e fantástico.

Você me ensinou a mostrar amor em sorriso. Meu sorriso é você: linda, batendo forte no meu coração, e estampada na minha face.

E por estes sorrisos, que são você me fazendo sorrir assim porque faz cosquinha no meu coração, conheci pessoas que enchem minha vida de amor também. E que dividem, prá nos duas, momentos de atenção (e muita alegria!) que antes seriam só pra mim.

Felizmente ser sua mãe me educa (menina mimada que fui,e sou muito), e você me ensinou, minha mestrinha, que dividir também é amar.

E me divido em mil partes (e depois vejo é que me multiplico) e posso estar em toda parte, e com você, poque você está dentro, como antes de nascer.

(Só que antes de nascer você morava na barriga, e depois que nasceu, de tanto te encostar no colo, foi parar no coração.)

E com você no coração, minha professora particular, aprendo a amar outras pessoas, aprendo a mostrar amor em palavras, em gestos, como você me mostra em gestos, porque desconhece a loucura das palavras.

Sei que você me ama, todos os dias. Você não diz, mas eu sinto.

E é meu amor por você, principalmente, que me faz escrever a nossa história de outro modo, com fé, em dias melhores, se puder existir melhores que esses.

E fico pensando (em versos muitas vezes não meus) que quero que seja repleta de amor, e que não seja só o meu (seria egoismo, até porque na minha vida cabe também amores alheios que se extendem a você).

Fico pensando nisso, pois aprendi com sua simplicidade de brilhar em minha vida, filha, que fui presenteada pela  mãe natureza por uma combinação perfeita hoje, mais que antes: sou mulher e sou amor.
 Juliana Fernandes

Um comentário:

Danila Dourado disse...

nossa!! estou emocionada com seu blog.. cada texto lindo...

sou filha de Pamãe, ou seja de mãe solteira na qual me orgulho muito...

e hj crio minha filha só, prq graças a deus me separei..

hj vivo outro amor.. estou gravida e muito feliz..
bjo